/Povo deixa Tainá Do Dr Lauro só na carreata.

Povo deixa Tainá Do Dr Lauro só na carreata.

Compartilhe...

No release da prefeita Tainá do Dr. Lauro sobre a realização da carreata de ontem, 27 de setembro de 2018, para demonstrar apoio ao governador Renan Filho, e que veio a ser a menor carreata de todos os tempos em Lagoa Da Canoa, havia coação, crime de improbidade administrativa, carros de outra cidade, menos povo. O povo deixou a prefeita só, só não, a mesma estava com Dr. Lauro e o seu fiel aliado Paulo Aguiar.

Para realizar a menor carreata de Lagoa Da Canoa, a prefeita Tainá do Dr. Lauro usou de todo expediente criminoso como coagir funcionários contratados da prefeitura municipal da cidade para deixar as suas funções e irem para o evento político, esse crime de improbidade administrativa se caracteriza comprovadamente pelo áudio que a atual secretária de educação, Joana D’arc Bezerra Lima, no mesmo, a secretária afirma que a prefeita já contou com essa prática na caminhada do Biu e que atenderá novamente a solicitação da prefeita Tainá do Dr. Lauro, quando afirma que a prefeita a questiona se ela pode contar com essa prática criminosa por parte da secretária e a mesma confirma que sim e reafirma: “ela sabe que pode contar”.

Na prática, a carreata foi um vexame, pois, a população não atendeu o apelo da prefeita e não compareceu ao evento, deixando claro a sua insatisfação com a situação em que se encontra a cidade de Lagoa Da Canoa por conta da pior administração municipal já conhecida na cidade. Não fossem os funcionários que participaram do evento, coagidos, a prefeita teria amargado decepção ainda maior. Em tempo, vale lembrar que mais uma vez a prefeita Tainá do Dr. Lauro deixou o seu vice-prefeito a pé. Explico: no começo do mandato a prefeita Tainá do Dr. Lauro cortou o combustível de Paulo Aguiar e o mesmo ficou na estrada, próximo ao Riacho Fundo, por falta de gasolina, agora, na divulgação do que veio a ser o pífio evento, a prefeita arrumou carros para Renan e Renanzinho, para ela também, mas como de costume, Paulo Aguiar ficou a pé.