/Tainá do Dr. Lauro destrói ginásio de esportes. Sonho da juventude canoense.

Tainá do Dr. Lauro destrói ginásio de esportes. Sonho da juventude canoense.

Compartilhe...

Não é novidade para ninguém que a cidade de Lagoa Da Canoa vive a pior gestão pública municipal de toda sua história, a população já entendeu isso e não vê mais alternativas para superar suas dificuldades enquanto Tainá do Dr. Lauro esteja na prefeitura municipal, mas abandonar o ginásio de esportes poliesportivo Nelson De Jesus Silva, iludir o povo com falsas promessas e desprezar seus poucos colaboradores é impor um governo tirano, inaceitável para os dias de hoje.

É de consenso que uma alternativa para socializar as crianças, os adolescentes e os jovens é a prática esportiva, mas para um governo raivoso e tirano, o que importa é destruir tudo que seu adversário político fez de bem para a cidade, neste caso, Lagoa Da Canoa, que assiste suas crianças não terem onde praticar esportes porque a prefeita ditadora abandonou o ginásio de esportes, tornando o dinheiro público em lixo, e não é só isso, Tainá do Dr. Lauro não da a mínima para a pasta de esportes como um todo, pois, acreditem, nem o secretário de esportes, Sr° Val do Alexandre tem sequer um cômodo para trabalhar, os seja, um homem da estirpe de Val Do Alexandre é tratado, na função de secretário de esportes, como um ninguém, uma vez que, não tem sala para trabalhar, não tem mobilidade e tampouco é escutado. Uma vergonha!

Telhado e paredes caindo, mato crescendo, bacias sanitárias quebradas, um verdadeiro escândalo e um descaso enorme com o dinheiro público, fato inadmissível para uma gestora praticar contra o povo que a elegeu. É por essa e outras que a prefeita Tainá do Dr. Lauro não tem respaldo nas comunidades canoenses, como por exemplo, querer vê o ginásio de esportes destruído e ao mesmo tempo querer fingir carisma com os atletas amadores de Lagoa Da Canoa, como aconteceu no último sábado, quando ao chegar no campo da firma pagou o maior mico, pois, atenção nenhuma lhe foi dada e atônita, sem ser notada, reservou-se no banquete de frutas na mesa ao lado. Há, além de uma diversidade de frutas havia muita água para a prefeita beber, enquanto seu povo morre de sede.